Uma vergonha o tempo não ser igual para todos

Pré-Escolar e 1º Ciclo: 1 tempo = 60 minutos

2º, 3º Ciclos, Secundário  e Educação Especial: 1 tempo = 45 ou 50 minutos

19621028_1jy2y

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Dicas para diminuir a disciplina

Alguns tópicos que permitem pensar e repensar os nossos modelos de ação na escola:

  • Apresentar as aulas com recurso a materiais ou formatos de apresentação apelativos;
  • Cooperar no estabelecimento de regras disciplinares e punições;
  • Proferir com grande frequência elogios e expressar expetativas positivas acerca do desempenho dos alunos;
  • Transformar as aprendizagens em projeto: criar opções e não expectativas.
  • Exigir trabalho regular e planificado (e monitorizar);
  • Não etiquetar alunos como “bons” ou “maus” (evitar comentários tipo “tinhas de ser tu”);
  • Demonstrar aproximação e preocupação pelos problemas dos alunos;
  • Valorizar a sua carreira e opção profissional (investir em competências pedagógicas, interpessoais e sociais);
  • Manter-se calmo, sereno e seguro, no sentido de modelar o comportamento dos alunos;
  • Ser flexível, desde que coerente e estável, na forma de atuação, podendo alguma surpresa no comportamento do professor em relação aos alunos permitir uma maior eficácia na influência sobre estes (por exemplo, o professor pode aproveitar e manifestar humor nalgumas situações inesperadas em vez de se mostrar perturbados com elas);
  • Por vezes é preferível fingir que não percebe algumas situações e deixá-las passar, do que tentar controlar tudo e perder a eficácia de intervenção quando realmente é necessário;
  • Não distanciar-se dos alunos ditos indisciplinados, isto é, só falar com eles quando têm comportamentos inadequados – lembrem-se que nenhum aluno é indisciplinado durante todos os minutos da aula;
  • Atuar no sentido do empowerment dos alunos – mostrar que acredita na capacidade de estes terem resultados positivos;
  • Orientar, valorizar e incentivar à participação dos alunos;
  • Identificar os casos de alunos com problemas familiares e fazer parte da construção de uma solução para o mesmo;
  • Trabalhar em equipa, com partilha de experiências e num clima de autenticidade, empatia e cooperação.

Acima de tudo, o que importa é encontrar uma motivação para nos orientar naquilo que nós acreditamos ser a nossa função enquanto adultos e educadores.

blog ComRegras

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Turmas menores em estudo até junho

Conselho Nacional da Educação recomenda prioridade para o primeiro ciclo.

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

A girafa que comia estrelas

A girafa que comia estrelas

https://i1.wp.com/image.slidesharecdn.com/1-agirafaquecomiaestrelasgraanovo-140107175953-phpapp02/95/a-girafa-que-comia-estrelas-1-638.jpg

Uma aula na biblioteca com o 2B

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Realidade e incerteza

A realidade é triste, para quem pensava iniciar uma vida diferente, e nos derradeiros anos da sua vida profissional se viu perante o dilema de continuar sete ou oito anos, com ou sem turma. Aqui começa a incerteza, pois parece-me que o ministério avança numa determinação reformista imprevisível, condicionado pelos diversos grupos, em que tudo é possível dentro das limitações conhecidas, o país é pobre!

Não podemos ter garantias no futuro,  apesar da aparente boa intenção de  serviço mais leve. Continuamos a esperar sem intervenção coletiva, ou manifestação de grupo, que tem sempre ficado prejudicado, face ao equilíbrio desigual, em quase todas as instâncias que decidem.

A base somos nós, e a nossa ausência na resolução dos problemas leva à nossa desvalorização e às  desastradas soluções, que nos desmotivam todos os dias.

Help

Publicado em Lazer | 2 Comentários

Ranking das escolas reescritos pelo PS

Ranking do Ministério coloca escolas públicas no topo

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Novo ‘ranking’ escolar

Ministério da Educação apresenta indicador da qualidade das escolas que compara alunos que partiram do mesmo nível de resultados e cruza elementos da avaliação interna e da externa

Quando se valorizam apenas os resultados das avaliações externas, como os exames nacionais, algumas escolas ou professores podem ter a tentação de reter alunos com mais dificuldades para ficarem melhor na fotografia. Por outro lado, quando se consideram apenas os resultados internos dos alunos, podem surgir suspeitas de que determinados estabelecimentos e docentes serão mais “generosos” do que outros, precisamente com os mesmos objetivos.

Resultado de imagem para ranking escolas

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Pelo ComRegras

Perdi a cabeça, dei dois estalos aos meus alunos…

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Professores conselheiros no ArLindo

É noticia, no JN, o Primeiro relatório do Grupo de trabalho para a revisão do ensino especial. As primeiras conclusões não são muito animadoras para os docentes, tanto os de Ensino Especial como para qualquer outro que tenha que trabalhar com crianças com Necessidades Especiais de Educação. Querem remeter os docentes de Educação Especial para um papel de “conselheiros”, dando prioridade ao aconselhamento.

Em relação ao trabalho destes docentes, também há propostas. O apoio prestado deve ser realizado no contexto de pequenos grupos, evitando o apoio individualizado.

Está-se a ver o objetivo destas medidas, ou não? Não estará a ser preparada uma redução dos deste grupo de docentes? É que parece. Assim de repente…

Publicado em primeirociclo | 1 Comentário

Concentração de professores e educadores

concentra_290_2301

 Tribunal! Manifestações mais globais!

Imagem | Publicado em por | Publicar um comentário

Se o ECD fosse para cumprir?

Jose Carlos Campos
Jose Carlos Campos Insisto na afirmação que fiz, duvido da legalidade do inglês. A lei de bases não está a ser respeitada, na minha modesta opinião, mas atenção, não sou jurista. No meu entender para passar a curricular o inglês, antes teria de se alterar a lei de bases no ponto 1 do artigo 8.º. Por isso, se retirarem o professor titular para lecionar a ed. física estão novamente a cometer uma ilegalidade. 
Comentário: O intervalo é outra ilegalidade agora em tribunal, passados anos. A falta de respeito pelos professores maiores de 60 anos, com DOAL a fazer tábua rasa da dispensa de 5 horas letivas, aos professores titulares.
Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Bravio blog – A sina da blogoesfera docente

Interessa-me, e muito, tentar perceber para onde vai o ensino. Quanto à dita “blogosfera docente”, saber para onde caminha, ou deve caminhar, é coisa que já não me preocupa absolutamente nada.

…Na minha parca maneira de ver, deve evitar:

1-      egocentrismos, individualismos, narcisismos, vaidades e seus sucedâneos;

2-      interesses individuais;

3-      politiqueirices tendenciosas;

4-      odiozinhos e rivalidades de estimação;

5-      a cartelização (tendente ao monopólio da crítica e das “audiências”);

6-      a escola do elogio mútuo e da mútua citação, sobretudo entre milionários do “share” (nem sequer é inteligente, pois partilham exatamente o mesmo público leitor);

7-      a eleição e adoração de um papa;

8-      a nomeação e adulação de cardeais;

9-      a tentação de definir um grupo canónico (portas abertas ao pensamento canónico e às heresias);

10-   a tentação de excomungar os “bispos negros”;

11-   a tentação de menosprezar ou ignorar o contributo dos párocos das “pequenas freguesias”;

12-   a tentação de consagrar o critério da quantidade como fé da nossa “missão” (à luz dessa “religião”, em Portugal, Quim Barreiros seria melhor que Leonard Cohen).

E muito mais havia a dizer.

Em suma, a dita “blogosfera docente” deve, no meu o primário e mui selvagem entender, evitar o perigo de desbaratar os bens maiores (referidos no primeiro parágrafo), para não se transformar numa blogosfera doente. Quanto a mim, continuarei bravio, a escrever quando me apetecer…

Comentário: Muito bom, subscrevo!

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

A união improvável

É mais fácil unir sportinguistas e benfiquistas no Jamor do que os professores do 1ciclo em defesa dos seus direitos (mas não vou desistir).

Ganham os que à custa da nossa existência, não veem há anos uma sala de aula.

Ganham os grupos disciplinares que podem colocar professores no meio do horário da ainda chamada monodocênia sem que um gesto crítico se verifique.

Ganha a tutela que nos pode usar a seu belo prazer sem o perigo de uma reação adversa.

Os prejuízos serão infelizmente para o futuro da educação neste país, sobretudo para as classes mais desfavorecidas, que não podem ter os filhos nos colégios. Com turmas de dois e três anos de escolaridade e com professores sem estabilidade profissional  a escola pública diminui a sua qualidade.

Cansei-me do Facebook, apesar de ser um meio de divulgação útil é também  um local onde não me sinto em casa. Só a usarei em modo de serviços mínimos.

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Endogamia

Uma tentativa de abordagem da blogosfera (política) que passa pouco de um exercício sobre os nomes do poder do costume que o jovem escriba já viu na televisão. O Arlindo tem mais visualizações do q…

Fonte: Endogamia

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Alteração da data das provas de aferição

Declaração de retificação n.º 1125/2016…Nos termos do disposto nos n.os 2 e 3 do artigo 9.º do Regulamento de Publicação de Atos no Diário da República, aprovado pelo Despacho normativo n.º 35 -A/2008, publicado no Diário da República, 2.ª série,
n.º 145, de 29 de julho,  e republicado pelo Despacho normativo n.º 13/2009, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 64, de 1 de abril, declara -se que o Despacho n.º 8294 -A/2016, publicado no Diário
da República, 2.ª série, n.º 120, de 24 de junho, saiu com inexatidões no anexo V, que, com a respetiva republicação, assim se retifica:

calendario-pa

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Quando um ciclo se torna uma passagem!

Neste momento, um número considerável de docentes do 1º ciclo tem habilitações para lecionar nos ciclos seguintes. Com a completa extinção do regime especial de aposentação, quem de bom senso não muda de ciclo ou trabalha na educação especial ou nas bibliotecas ? Até porque a idade mais avançada permite um melhor relacionamento com faixas etárias acima. Nem nós queremos ser “avós” nas aulas do 1º ciclo, nem os pais dos alunos nos olham como antigamente, em que ser ancião era sinal de respeito e sabedoria.

evolucao-docentes-1o-ciclo

Com a fraca natalidade esta tendência vai continuar. Em tempo de concursos veremos quantos tentam a sua sorte para mudar de ciclo.

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Não admira que queiram pisgar-se

Imagem | Publicado em por | Publicar um comentário

Greve e manisfestação

Os funcionários públicos manifestam-se esta sexta-feira junto à Assembleia da República, em Lisboa, para reivindicar alterações na proposta de Orçamento do Estado que permitam aumentar os salários do sector e descongelar as carreiras.

O protesto, promovido pela Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, deverá contar com a participação de milhares de trabalhadores de todo o país, o que poderá levar ao encerramento de escolas e de serviços da Justiça e de Finanças.divulgacao-megafone

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Escolas públicas vão perder 100000 em dez anos

escola-publica/escolas-publicas-vao-perder-mais-de-100-mil-alunos

em-2021-as-escolas-publicas-vao-ter-menos-109-mil-alunos

Help

Notícias para travar intenções de vincular muitos professores!

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário

Boas intenções

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, anunciou que a redução de alunos                        professorpor turma (“mas também uma alteração significativa do processo pedagógico e organizacional da escola?”). Afirma ainda que será feito um estudo, que já se encontra inscrito no Orçamento de Estado para 2017, que permitirá apoiar na implementação da medida.

Publicado em primeirociclo | Publicar um comentário