Quem se preocupa com os Professores do 1.º Ciclo?

| O FUTURO ADIVINHA-SE PENOSO E SEM ESPERANÇA

Nunca, como agora, os professores do 1.º Ciclo tiveram tantas razões para olhar o futuro próximo com fundado pessimismo.
Nada melhorou e o que de mau existia conheceu severo agravamento.
Do intervalo retirado à componente letiva, passando pela desigual carga letiva e do injusto regime de aposentação, até ao ignóbil calendário escolar que nos reduz a encarregados de armazéns de crianças, tudo se conjuga para o ano profissional mais difícil dos professores do 1.º Ciclo nos últimos trinta anos.
Os sindicatos, mais do que exibir a sua contumaz inépcia em TODAS as matérias atinentes ao 1.º Ciclo e Pré-escolar, parecem – em função até do que se conhece de alguns dos seus quadros dirigentes – pautar a sua ação pela negligência, indiferença e, principalmente, por uma pífia caterva de preconceitos atávicos que se resume a considerar os docentes do 1.º Ciclo como uma espécie de profissionais de segunda.
Apesar dos discursos deliberadamente plangentes de uma certa casta de sindicalistas acomodados a benefícios e regalias de vária índole, todos sabemos que fomos, há muito, vendidos por trinta dinheiros. Vendidos e reiteradamente sacrificados em negociatas de contornos mui cavernosos.
Um ano letivo se iniciará sem qualquer horizonte (credível) de esperança. Até porque todos (já) sentimos que não contamos com a solidariedades dos colegas (?) dos níveis de ensino subsequentes. De resto, cumpre somar a este quadro negro outros males comuns à demais classe docente: carreiras congeladas, regime de gestão e autonomia das escolas com baixa democraticidade e um subsídio de refeição por atualizar desde 2008!
No que concerne ao 1.º Ciclo, esta tutela deixou de merecer o benefício da dúvida. O preconceito impera na 5 de outubro. E dali nada de bom virá para nós e para as nossas crianças. Infelizmente.

PS – Saudamos a generosidade dos colegas que estão em vias de garantir a fundação da Associação de Professores do 1.º Ciclo e Educadores. Desejamos-lhes os maiores sucessos porque o seu êxito será a vitória de um grupo de recrutamento violentamente amesquinhado. No entanto, cumpre alertar que esta página e a referida associação são – e continuarão a ser – realidades separadas e, obviamente, independentes.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em primeirociclo. ligação permanente.

Deixe a sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s