Opinião – Miguel Silva

Estamos de costas voltadas porque infelizmente a ideia de categoria profissional e habilitações ainda se mantém na cabeça de muita gente…professor do secundário ou do terceiro ciclo é superior ao professor do primeiro ciclo, embora se vejam por exemplo muitos professores mestrados no primeiro ciclo enquanto outros de níveis deHelp ensino diferentes ficaram pela licenciatura. Basta passar por um órgão de gestão escolar para ver isso. Além disso, a nossa profissão é composta por indivíduos pouco solidários. Costuma -se dizer que as mulheres são pouco solidárias umas com as outras…São elas que compõem maioritariamente o nosso grupo profissional (vou ser acusado de machista).
Deixei de frequentar plenários sindicais porque o único assunto que ainda fomentava união era – vencimento. O resto não interessa. Passados 15 anos voltei a uma reunião e….nada mudou…aliás fico perplexo com o desinteresse, o desconhecimento de muitos professores sobre assuntos pertinentes. O primeiro ciclo dificilmente terá a colaboração dos outros colegas.
Esta entrada foi publicada em primeirociclo. ligação permanente.

2 respostas a Opinião – Miguel Silva

  1. coeh diz:

    Discordo que as mulheres são menos solidárias! Por vezes são mais combativas do que os homens, mas gostam de estar na sombra. Com a futura associação do 1º ciclo vão provar do que são capazes.

    Liked by 1 person

  2. Miguel silva diz:

    Oxalá que as mulheres me demonstrem o contrário e que, por isso, eu esteja redondamente enganado. No entanto, penso que o individualismo prevalece na nossa profissão. Não são os estudos já feitos que me fazem acreditar, é principalmente a experiência de mais de duas décadas. Quantas vezes dizemos que os médicos se defendem uns aos outros…mas o professorado é capaz logo de crucificar um colega que, por mero exemplo, fuja à “regra”, que pense e faça diferente. Quantas vezes ouvi, enquanto docente de educação especial, colegas titulares de turma a afirmar que os do núcleo de educação especial não fazíam nada…mas ninguém queria ensinar “aqueles alunos”. Por isso mesmo quis ser professor titular de turma, professor de educação especial, professor de apoio educativo, coordenador de Núcleo de educação especial e de Núcleo escolar, presidente de uma órgão de gestão. Fica-se com uma ideia mais lata destas coisas educacionais.
    Vejamos outro ponto…e não me importo de ser politicamente incorreto.. encontramos escolas onde a colaboração entre os docentes é mais visível, mas muitos estabelecimentos de ensino funcionam como caixa de ovos, com pouca partilha de experiências, metodologias, etc. Muitas vezes a culpa nem é nossa mas sim da organizaçao escolar vigente. Mas….a título de exemplo….as reuniões são tantas vezes espaços de assuntos de menor importância, perdendo-se tempo em coisas fúteis. E passamos ali horas e horas escusadas. Teremos que ser mais pragmáticos, incisivos e “inteligentes” na nossa prática. Só assim seremos porventura mais respeitados pela tutela.

    Gostar

Deixe a sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s