Formação de Professores

“A ditadura que se inicia em 1926, teme a ação dos professores, e procura limitar a sua profissionalização, e também formação” “Será preciso esperar pela agonia do regime, no Consulado Marcelista, para que sejam introduzidas importantes alterações na formação de professores, impostas pela expansão do sistema educativo.” “Os grandes aumentos na profissionalização dos professores só ocorrem, contudo, depois do 25 de Abril de 1974. Os anos oitenta serão marcados pela diversificação dos modelos e modalidades de formação, mas também de consolidação das ciências da educação.” Carlos Fontes

O meu curso do Magistério Primário iniciado em 1975, foi muito especial, com mais um ano do que os anteriores e com alterações no currículo. A chegada de muitos professores portugueses do estrangeiro, refugiados políticos deu corpo a essas mudanças. As disciplinas de Linguística, Sociologia, Psicopedagogia e Expressões (plástica, dramática, física e musical) tinham uma dimensão diferente de tudo, o que até então conhecíamos. As restantes disciplinas, pedagogia, didática e saúde eram lecionadas por professores, que constituíam a espinha dorsal da instituição.

No início do 1º ano, tivemos uma semana de “atividades de contacto”, na povoação de Sabóia, no concelho de Odemira, a observar a dinâmica da população e da sua escola,  instalados em casas cedidas por colegas de curso, regentes escolares, (figura do tempo de Salazar) que estudavam para se profissionalizar.

No 2º ano, uma colega conseguiu um subsídio, com o qual um grupo numeroso de colegas foi à ilha da Madeira, em visita de estudo. Muitos deles, depois de terminar o curso, rumaram a essas paragens, para iniciarem de imediato a sua vida profissional. No 3º ano havia um estágio, com muitas horas de lecionação de aulas, em diversas escolas, com a colaboração dos professores titulares de turma.

Alguns verificaram muito cedo, que não gostavam o suficiente da profissão e dedicaram-se a novas profissões, ou a tarefas diferentes na área da educação. No meu caso, fui incorporado no exército Português, pelo que só comecei a lecionar no ano de 1980.

Seria interessante, que os colegas partilhassem as vossas experiências de formação, na caixa de comentários.

Fonte: Formação de Professores

 

Esta entrada foi publicada em primeirociclo. ligação permanente.

Deixe a sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s