António Barreto. Parlamento é “casa assombrada” e deputados dão “desculpas de preguiçosos”

expresso.sapo.pt/politica/Antonio-Barreto.-Parlamento-e-casa-assombrada-e-deputados-dao-desculpas-de-preguicosos

António Barreto não se poupa nas palavras: “Este Parlamento mete dó!”, afirmou o sociólogo referindo ainda que o último mês serviu para esclarecer e “revelar à luz do dia” a “futilidade, a dependência do governo, a função de arena de mau gosto, a alta de espírito de corpo, a ausência de orgulho e a deficiência de honra” de São Bento.

“Olha-se para São Bento e o que se vê? Uma casa assombrada. Um Parlamento inútil, inoperante e incapaz”, lê-se no artigo de opinião do DN.

Barreto acusa os 230 deputados de se passearem “pela intriga partidária” e de serem incapazes de fazer “qualquer coisa que se veja, que interesse ao país e que justifique o vencimento que recebem”. Chama-lhes “preguiçosos” e acusa-os de usarem a desculpa de que estão à espera do Governo.

Barreto lamenta ainda a disciplina de voto “imposta por todos os partidos aos seus deputados”, e afirma que ninguém tomará decisões “de abrir um livro ou fechar uma porta” sem antes pedir “autorização superior”.

comentário: Parece o D. Quixote a ver assombrações onde apenas há o funcionamento da democracia.

Preguiçoso foi este governo de gestão que não enviou para Bruxelas o que devia, prejudicando o próximo governo e o País.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em primeirociclo. ligação permanente.

Deixe a sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s