Comentário de JCC “Estão a acabar com a monodocência?”

Relativamente aos Apoios Educativos gostaria de saber algo mais do que se passa a nível nacional neste âmbito no 1º Ciclo. Eu sou um professor do norte e no agrupamento onde leciono, com a publicação do Despacho Normativo 6/2014, os ditos professores de Apoio Educativo não podem exceder 50% a componente para a atividade pedagógica, conforme ponto 4 do art.11º do referido despacho. Ou seja, os professores de Ap. Ed. lecionam 12 horas de Ap. Ed. e 13 horas nas Expressões e/ou Oferta Complementar e/ou Apoio ao Estudo e quando estão a lecionar atividades curriculares, o professor titular de turma vai apoiar alunos de outra turma. Aí passa-se o mesmo? Gostava de saber como as escolas reagiram e estão a atuar em relação a estas alterações provocadas pelo 6/2014.
Este assunto aqui abordado vem levantar uma outra questão, que já foi abordada, mas continua muito atual e quanto a mim nunca teve uma discussão com a profundidade que merecia. Essa questão é a da monodocência. Bem, relativamente a isto só quero dizer, se pretendem acabar com a monodocência, penso que esta certamente não é a melhor forma.
Seria interessante ver debatido estes assuntos onde os professores do 1º ciclo fossem os protagonistas principais.

6/2014 – ponto 4 do art.11º

  1. A imputação das horas da componente para a atividade pedagógica
    do crédito horário à componente letiva dos professores de carreira não
    pode exceder 50% da componente letiva a que cada um está obrigado
    nos termos dos artigos 77.º e 79.º do ECD.
Esta entrada foi publicada em primeirociclo. ligação permanente.

7 respostas a Comentário de JCC “Estão a acabar com a monodocência?”

  1. JMA diz:

    no facebook José Manuel Alho
    As escolas estão a ser obedientes. Dizem que se trata de acabar com a monodocencia. Claro! Mas que também tratassem de uniformizar a noção de tempo letivo (45 min para todos!) e a carga letiva semanal (22). E os sindicatos? Nada têm dito ou feito. Uma vergonha!

    Liked by 1 person

  2. JCC diz:

    É claro que o 1º ciclo é menosprezado não só pelo MEC, mas também pelos sindicatos. É inconcebível o determinado na alínea b) do art. 2º do Despacho Normativo 6/2014, que passo a citar: “Hora – o período de tempo de 60 minutos, no caso da educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico, e o período de 50 minutos, nos restantes níveis e ciclos de ensino.” Não dá para entender este “relógio” do MEC, em que para uns uma hora são 60m. e para outros são 50m. E mais estranho, isto já vem de 2013, e na altura os sindicatos prometeram recorrer aos tribunais, pois aos docentes da educação pré-escolar e do 1º ciclo estava a ser vedado o direito a uma pausa a que todos os trabalhadores têm direito. Outras lutas de então passaram a ser mais importantes para os sindicatos e isto passou à história e o 1º cilo ficou, mais uma vez,entregue a si próprio e desamparado das organizações sindicais.
    Relativamente ao fim que se pretende dar à monodocência, penso ser um tema que não será de todo pacífico e haverá que ponderar os prós e contras. Como as coisas estão, vejo mais contras do que prós e o único ítem possivelmente positivo é a possibilidade da permuta nas disciplinas de Português e Matemática entre pares, pois poderá haver professores com mais capacidade para uma destas disciplinas e aí não vejo nada de errado nessa permuta. No restante não vejo nada de vantajoso, pois entendo que a monodocência é a jóia da coroa do 1º ciclo e permite uma melhor gestão do currículo. Contudo sei que há quem não pense da mesma forma e seria interessante se mais colegas do 1º ciclo dessem a sua opinião e o seu contributo para debater este tema.

    Gostar

    • altaneira diz:

      Concordo plenamente… E as professoras do primeiro ciclo que estão na CPcj não deviam ter componente letiva. Ou será que estão ilegais, alguns estão a tempo inteiro na cpcj, tachos

      Liked by 1 person

  3. coeh diz:

    No ano letivo passado a que se refere o texto houve agrupamentos que não cumpriram a legislação, entretanto revogada. Os professores só davam aulas de apoio e faziam substituições.

    Gostar

  4. Bazófias diz:

    Como é possível um professor da educação especial estar a lecionar no primeiro ciclo e contarem o tempo letivo com 45minutos e por isso reagrupa os 15minutos excedentes. Assim só tem 18 horas letivas pelo que tem um dia livre por semana. Uns são filhos do pai( diretor) e outros filhos de mãe incerta.

    Liked by 1 person

  5. Pingback: Como funciona o apoio educativo no 1º ciclo | ComRegras

Deixe a sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s