Crise? Qual crise?

O insólito caso da escola que custou 100 mil euros e durou uma semana

A nova escola primária de Monsanto foi inaugurada há cerca de três meses. Funcionou apenas uma semana, e já não vai voltar a abrir. O Ministério da Educação diz que a escola encerra porque só tem 11 alunos. A autarquia responde com a existência de mais 18 crianças matriculadas no jardim de infância e com os100 mil euros investidos já este ano na requalificação do edifício. Só que a decisão está tomada e a partir de agora, aprender a ler vai implicar uma viagem diária de cerca de 50 quilómetros.

Esta entrada foi publicada em primeirociclo. ligação permanente.

Deixe a sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s